Associação Brasileira de Tecnologia
para Construção e Mineração

BW Expo e Summit 2019 mostrará como a tecnologia contribui para a sustentabilidade ambiental

A tecnologia tem exercido um papel primordial para apontar novos caminhos às indústrias e empresas de todos os segmentos da economia. Aliados importantes em quesitos como produtividade, qualidade, automação, mecanização e eficiência, a inovação e os avanços tecnológicos possibilitam ainda trabalhar um aspecto fundamental para as organizações: a sustentabilidade do meio ambiente.

Antes visto como antagonista do meio ambiente, o desenvolvimento tecnológico tem permitido diminuir a pegada ecológica das atividades produtivas realizadas por empresas. Um exemplo é o TI Verde, que se baseia na produção sustentável, ou seja, fabricar produtos que consomem menos energia, evitar o uso de metais pesados e/ou componentes químicos e tóxicos e aumentar a quantidade de materiais recicláveis na manufatura; além do gerenciamento e do descarte sustentáveis. 

Um numero cada vez maior de indústrias também vêm utilizando esses pilares básicos do TI Verde em seu processo produtivo, contribuindo com a redução do impacto ambiental e desenvolvendo produtos que corroboram com a sustentabilidade do meio ambiente. “Em breve, agir de forma sustentável será pré-condição para que as empresas continuem atuando, uma vez que será uma exigência de seus stakeholders e também da sociedade”, afirmou Vagner Barbosa, diretor da Agência Canteiro, durante evento sobre a BW Expo e Summit 2019 – 3ª Biosphere World, em São Paulo. “Outro aspecto importante é que essas iniciativas são vistas, principalmente, em grandes empresas. Isso significa que há uma defasagem em comparação com as companhias médias e pequenas, que precisam conhecer essas tecnologias, a fim de implantar aquelas que podem atender suas demandas”, acrescentou. 

Nesse sentido, a BW Expo e Summit 2019 – 3ª Biosphere World será uma oportunidade para todas as empresas preocupadas em reduzir sua pegada ecológica conhecerem as modernas tecnologias e os cases de sucesso de companhias especializadas nessa área. O evento ocorrerá entre os dias 5 e 7 de novembro, no São Paulo Expo, e será promovido pela Sobratema (Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração), entidade com mais de 30 anos de experiência no desenvolvimento técnico, tecnológico e sustentável.

Para José Danghesi, especialista do mercado de feiras e eventos e consultor da Sobratema, a BW irá reunir e congregar diversos atores e esforços, funcionando como um hub, para acolher essas iniciativas de tecnologias e disseminar esse conhecimento ao máximo de pessoas possíveis. “Por isso, um dos nossos esforços será no sentido de formar redes de relacionamento, com a participação de especialistas, lideranças setoriais, agentes governamentais, profissionais de variados segmentos e influenciadores digitais, por meio de mídias online e off-line“, complementou.

Afonso Mamede, presidente da Sobratema, ressaltou, porém, que as atividades da BW 2019 não param aí, elas podem se expandir para além do pavilhão de exposições do São Paulo Expo, uma vez que o evento tem o caráter de ser um ponto de partida na direção de desenvolver e compartilhar tecnologias para redução do impacto ambiental. “Eventos de conteúdo, visitas às plantas industriais, laboratórios, construções, escritórios, usinas de tratamento de resíduos, atividades municipais tais como coleta e varrição, entre outros, poderão ocorrer em diferentes espaços e em outras cidades, mas serão parte integrante da BW 2019”, disse. 

Único evento multidisciplinar do mercado direcionado exclusivamente às tecnologias voltadas à sustentabilidade do meio ambiente, a BW Expo e Summit 2019 vai enfatizar questões práticas e, ao mesmo tempo, reunir uma ampla cadeia de setores industriais e de serviços.

O formato inovador do evento permitirá que em todo o pavilhão do São Paulo Expo, o visitante possa estar em contato com a sustentabilidade do meio ambiente em diversos níveis. Haverá uma exposição com empresas que fornecem tecnologias na forma de equipamentos, produtos e serviços voltados ao segmento e com empresas líderes na adoção desses conceitos para apresentarem seus “cases”.  Outro ambiente será o de debates e discussão, onde especialistas e técnicos trarão os assuntos mais relevantes para que haja um maior desenvolvimento e evolução da sustentabilidade do meio ambiente no país.

De acordo com Guilherme Ramos, diretor comercial da BW, dois espaços deverão chamar a atenção. O Túnel interativo possibilitará uma experiência inédita ao visitante, uma vez que ele se defrontará com os grandes desafios para a sustentabilidade do meio ambiente, apresentado nos vetores da água, das energias, do ar e dos resíduos sólidos, e das soluções tecnológicas mais avançadas. “Já em nossa praça dos elementos, os mesmos vetores poderão ser aprofundados em experiências 3D e na utilização de recursos tecnológicos audiovisuais”, concluiu.