Associação Brasileira de Tecnologia
para Construção e Mineração

BLOG SOBRATEMA

Publicado em 15 de outubro de 2018 por Mecânica de Comunicação

Equipamentos têm importante papel no planejamento logístico de canteiros de obras

Em um mercado cada vez mais competitivo, uma estratégia para aumentar o desempenho na construção de edificações é melhorar a produtividade e reduzir perdas por meio de ações que priorizem a logística dentro do canteiro de obras. Além disso, estudos recentes apontam que a construção civil, nos últimos anos, passa por processo de mudança na concepção produtiva, aproximando o setor do processo de industrialização e, nesse quadro, a logística é necessária para auxiliar no planejamento, organização e administração de fluxos de todo o processo de produção. 

Um plano eficiente de gerenciamento logístico em canteiro de obras deve respeitar um fluxo ideal, ou seja, uma sequência de etapas que necessitam planejamento. Por exemplo, a quantificação de materiais é um dos primeiros tópicos definidos, pois, a partir dele, é possível elaborar o cronograma dos materiais, o dimensionamento de elementos do canteiro - como centrais de montagem, almoxarifado e estoque - e a definição dos equipamentos de transporte. Com as informações de quantidade e dimensão de materiais em mãos, o primeiro passo para a seleção de equipamentos é avaliar todas as alternativas de movimentação para cada material; em seguida, é calculado o dimensionamento da solução de transporte, relacionando o cronograma de materiais com a quantidade a ser movimentada por período e a capacidade de movimentação da solução. Para os materiais com mais de uma solução, deve-se realizar um estudo complementar, considerando: os impactos particulares de cada equipamento ao projeto, o custo global de cada solução e a disponibilidade prevista de certo equipamento, pois alguns podem ser inoperáveis quando há chuva.  

No caso da construção de edifícios, um equipamento é indispensável e merece muita atenção no planejamento logístico: a grua. O local de montagem desse equipamento dentro do canteiro de obras deve ser planejado com antecedência, caso contrário, a realocação da grua mostra-se onerosa e arriscada, além de paralisar processos produtivos. O papel dos equipamentos também fica evidente na logística ao se planejar o layout do canteiro, que deve considerar áreas e via de acesso de máquinas, o raio de abrangência da grua e pontos de carga. Também são dignas de nota as informações técnicas de máquinas, sua organização em um banco de dados para subsidiar a tomada de decisão de gestores e estudos estatísticos para a obtenção de indicadores de desempenho de equipamentos.   

A dissertação de mestrado Inovação em Logística de Canteiro de Obras na Construção de Edifícios, de autoria de Gustavo de Aguiar, orientação de Francisco Cardoso e defendida na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (POLI/USP) estudou o assunto.     

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj 401 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159 - Fax (11) 3662-2192